Convite VI Workshop Catarinense de Indicação Geográfica

Captura de Tela 2017-06-22 às 16.40.21

Temática: Indicações Geográficas, Marcas Coletivas, Propriedade Intelectual, Desenvolvimento Territorial, Patrimônio Imaterial

Joinville-SC, 9 a 11 de agosto de 2017.

 

Inscrições gratuitas e limitadas em http://www.redeindicacaogeografica.com/inscricoes

 

Programação em: http://www.redeindicacaogeografica.com/programacao

 

Programação
Programação preliminar da edição 2017. Sujeita a alterações.​

9/8 (Quarta-feira)

12h Credenciamento com Coquetel de Abertura

13h30 Abertura oficial com fala de autoridades

14h A solidariedade e o individualismo nas Indicações Geográficas
Dr. Murilo Xavier Flores (Secretaria do Planejamento de Santa Catarina – SPG)

14h45 A trajetória da União Europeia na superação da crise agrícola, a Política Agrícola Comum (PAC) e as Indicações Geográficas
Prof. Dr. Alberto Francisco Ribeiro de Almeida (Universidade Lusíada do Porto/Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto – IVDP, Portugal)

15h30 Debates
Coordenação: Esp. Miguel Luciano da Silva (Rede de Cooperação para o Desenvolvimento Sustentável)

16h Painel: Cases/Iniciativas catarinenses em Indicações Geográficas
Expositores a definir

17h30 Debates
Coordenação: Dr. Léo Teobaldo Kroth (Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina – Epagri)

18h30 Encerramento das atividades do primeiro dia

10/8 (Quinta-feira)

7h30 Credenciamento

8h A inclusão produtiva como instrumento de inserção social e afirmação de identidade
Prof. Dr. João Mendes da Rocha Neto (Universidade de Brasília – UnB/Presidência da República)

8h45 O processo de construção do dossiê histórico nas Indicações Geográficas
Me. Darlan Jevaer Schmitt (Universidade Regional de Blumenau – FURB)

9h30 Coffee Break

10h Valorização das pessoas, ativos e territórios a partir do turismo rural
Sr. Valdir Rubens Walendowsky (Presidente da Santa Catarina Turismo S/A – SANTUR)

10h45 Movimento Slow Food e repercussões para a promoção dos produtos de origem diferenciada
Sr. Pedro Zapella Fagundes (Movimento Slow Food)

11h30 Debates
Coordenação: Dra. Suelen Carls (Órion Parque Tecnológico)

12h Intervalo para Almoço

13h30 Mesa Redonda: Políticas públicas para produtos tradicionais
Me. David Lehrer (Diretor do The Arava Institute for Environmental Studies / Representando o Governo de Israel)
Sr. Gilles Flutet (Chefe do serviço de delimitação e proteção dos terroirs do Institut national de l’origine et de la qualité – Inao / Representando o Governo da França)
Dr. Airton Spies (Secretaria de Agricultura e da Pesca do Estado de Santa Catarina)

15h Debates
Coordenação: Prof. Dr. Alberto Francisco Ribeiro de Almeida (Universidade Lusíada do Porto/Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto – IVDP, Portugal)

15h45 Coffee Break

16h15 Mesa Redonda: Rastreabilidade e presença midiática
Doutoranda Joanna Katarzyna Marszalek (University of Gdansk, Polônia)
Prof. Dr. Eneus Trindade Barreto Filho (Escola de Comunicações e Artes ECA/USP)

17h15 Debates
Coordenação: Prof. Dr. Ignacio López Moreno (Universidad Autónoma Metropolitana – UAM, México/Grupo Territorio, Cultura y Desarrollo de la Universidad de Sevilla, Espanha)

18h Encerramento do ciclo de palestras e mesas redondas

18h30 Apresentação simultâneas de trabalhos acadêmico-científicos
Coordenação: a definir

22h Encerramento das atividades do segundo dia

11/8 (Sexta-feira)

7h30 Credenciamento

8h Oficinas simultâneas

Oficina 1: Processos para reconhecimento de signos distintivos coletivos
(Instituto Nacional da Propriedade Industrial – INPI)

Oficina 2: Processo de reconhecimento do patrimônio cultural imaterial
Me. Rodrigo Rosa (Fundação Catarinense de Cultura – FCC)

Oficina 3: Geração de desenvolvimento a partir de produtos tradicionais: uma visão a partir do caso do milho mesoamericano
Prof. Dr. Ignacio López Moreno (Universidad Autónoma Metropolitana – UAM, México/Grupo Territorio, Cultura y Desarrollo de la Universidad de Sevilla, Espanha)

Oficina 4: Gestão da agricultura e do meio ambiente como ferramenta para o desenvolvimento: uma visão a partir da experiência de Israel
Me. David Lehrer (The Arava Institute for Environmental Studies – Israel)

Oficina 5: Estruturas de controle e gestão e regulamento de uso nas Indicações Geográficas
Atenção: Oficina ainda não confirmada!

12h Encerramento das atividades de edição 2017

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Notícias. Bookmark o link permanente.