Feira do mel começa nesta quarta-feira, 7, em Florianópolis

A partir desta quarta-feira, 7, quem passar pelo Largo da Alfândega, em Florianópolis, poderá adquirir mel com preços até 40% menores do que a média no comercio varejista. A 18ª Feira do Mel espera receber 50 mil visitantes até sábado, 10 e comercializar mais de 40 toneladas de mel. Com expositores de todas as regiões do estado, os organizadores têm a expectativa de que esta seja a maior feira da história do setor. A abertura oficial do evento acontece amanhã, às 10h, e contará com a presença do Secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, Moacir Sopelsa.
Durante os três dias de Feira, o pote com um quilo de mel convencional custará R$ 25,00 e o pote de mel orgânico será R$ 30,00. Segundo o Presidente da Federação das Associações dos Apicultores e Meliponicultores de Santa Catarina – Faasc, Nésio Fernandes de Medeiros, o preço promocional deve incentivar as famílias a consumirem o produto. ”Apesar do potencial apícola, o consumo de mel no Brasil é menor que em outros países. Entre a justificativas estão à falta de hábito de consumo e, principalmente, o valor do mel no mercado varejista”, observa.

A Feira do Mel estará aberta das 8h às 18h durante a semana e, no sábado, das 8h às 13h. A diversidade de produtos expostos, todos de origem apícola (mel, pólen, própolis, geleia real, entre outros), segue rigoroso controle de qualidade, de acordo com a legislação vigente com o Serviço de Inspeção Federal – SIF e Estadual – SIE. Medeiros destaca a boa fase da apicultura catarinense, que na safra desse ano produziu oito mil toneladas, conforme levantamento da Faasc, dos quais 50% foram destinados à exportação.

“Além do clima favorável na safra 2016/2017 (pouca chuva) está ocorrendo um choque tecnológico em Santa Catarina articulado pela Faasc e liderado pela Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina – Epagri, Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – Senar, Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – Sebrae e Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC e isso mantém o estado com a maior produtividade média nacional, com 84 quilos de mel por quilômetro quadrado na safra 2016/2017. Em anos normais a produtividade é de 62 quilos por quilômetro quadrado”, diz o Presidente. No Brasil, a média é de seis quilos por quilômetro quadrado.

Segundo dados da Confederação Brasileira de Apicultura, os brasileiros consomem, em média, 128 gramas de mel por ano. Bem menos do que em outros países – nos Estados Unidos, a média é de 1,5 kg por pessoa ao ano, enquanto na Alemanha sobe para 2,2 kg por pessoa a cada ano. Em Santa Catarina, um estudo desenvolvido pela Faasc, com apoio da Fundação do Banco do Brasil e do Sebrae, confirmou que o estado é o maior produtor de mel por quilômetro quadrado do país e o maior exportador do produto, além de ser considerado como um dos melhores do mundo, conquistando o prêmio de melhor mel do mundo nos últimos dois congressos mundiais, em 2014 em Kiev na Ucrânia e em 2016 na Coreia do Sul.

Santa Catarina conta com nove mil famílias rurais dedicadas à apicultura, com 323 mil colmeias instaladas, mantendo uma produção de 6,5 mil toneladas por ano em safras normais. Em 2016, a Feira do Mel de Florianópolis contabilizou a comercialização de 38 toneladas de mel e contava com 24 expositores.

A Feira do Mel é promovida pela Federação das Associações dos Apicultores e Meliponicultores de Santa Catarina – Faasc e pela Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina – Epagri.

Maiores informações:
Nésio Fernandes de Medeiros, presidente da FAASC e coordenador da feira do mel – 99983-2933 /99986-0393
Ivanir Cella – Coordenador de Apicultura da Epagri – 98801-8269 claro / 99607-4833 tim
Carolina – Secretária da FAASC – 99979-9044

http://www.cidasc.sc.gov.br/blog/2017/06/06/feira-do-mel-comeca-nesta-quarta-feira-7-em-florianopolis/

Anúncios
Esse post foi publicado em Notícias. Bookmark o link permanente.