Pesquisa identifica autenticidade de alimentos orgânicos

Nova metodologia desenvolvida pela Universidade Federal de Goiás utiliza a computação para certificação.

Pesquisa da Universidade Federal de Goiás (UFG) une química e algoritmos para atestar se um alimento é orgânico ou não. O estudo, realizado em parceria com a Universidade de São Paulo (USP) e a University of Central Florida (UCF), faz o levantamento dos minerais encontrados nos dois tipos de alimentos, utiliza a matemática, a estatística e a computação para identificar padrões de composição e testa produtos de modo a certificar a autenticidade dos alimentos orgânicos.

Segundo o professor do Instituto de Informática da UFG, Rommel Melgaço Barbosa, essa é a primeira vez que a ciência combina algoritmos e elementos químicos para esse tipo de investigação. “Esse é um trabalho colaborativo e multidisciplinar. Os laboratórios de química das outras universidades fazem o levantamento dos componentes minerais encontrados nos alimentos e a equipe da UFG analisa esses dados por meio de algoritmos, buscando assim encontrar padrões impossíveis de serem identificados a olho nu”, explicou.

A metodologia desenvolvida pelo grupo pode ajudar na certificação da autenticidade dos alimentos orgânicos, evitando assim a falsificação de alimentos convencionais comercializados como se fossem cultivados sem agrotóxicos e fertilizantes químicos. A fraude preocupa governo e consumidores que optam em pagar mais caro por um produto de difícil constatação.

Fonte: https://www.ufg.br/n/96332-pesquisa-identifica-autenticidade-de-alimentos-organicos

Anúncios
Esse post foi publicado em Notícias. Bookmark o link permanente.