Brasileiros precisam se preocupar com arsênio no arroz, assim como os britânicos?

_95200934_b9e12c74-2d1a-4044-896e-c1c1ae69bcdfSegundo especialistas, consumidor brasileiro não precisa se preocupar com arsênio

Classificado como cancerígeno pela Iarc (Agência Internacional para a Pesquisa sobre Câncer, na sigla em inglês), órgão da OMS (Organização Mundial da Saúde), o arsênio tem causado polêmica quando o assunto é alimentação.

O debate voltou à tona depois que o programa Trust Me, I’m A Doctor (“Confie em mim, eu sou um médico”), da BBC, mostrou maneiras de diminuir a quantidade da substância no arroz – como deixar os grãos na água durante a noite, por exemplo.

A preocupação dos especialistas consultados pelo programa não foi exagerada: boa parte do arroz consumido no Reino Unido, onde a atração é gravada, vem de Bangladesh.

Saiba mais: http://www.bbc.com/portuguese/brasil-39288151

Anúncios
Esse post foi publicado em Notícias. Bookmark o link permanente.