Aprovado projeto de lei que inclui orgânicos na merenda escolar de Porto Alegre

image001

Está prevista para a tarde desta quinta-feira a votação do projeto que inclui alimentos orgânicos na merenda escolar de Porto Alegre. A proposta é do vereador Marcelo Sgarbossa e o texto está na Ordem do Dia da Câmara Municipal.

A lei obriga a Prefeitura de Porto Alegre a comprar produtos orgânicos – sem agrotóxicos – para incluir na merenda da rede municipal de ensino. A proposta estabelece percentuais para isso:

I – 10% (dez por cento), no primeiro ano;
II – 20% (vinte por cento), no segundo ano;
III – 30% (trinta por cento), no terceiro ano;
IV – 40% (quarenta por cento), no quarto ano; e
V – 50% (cinquenta por cento), no quinto ano e nos anos seguintes.

“Para os fins desta Proposição, consideram-se produtos orgânicos aqueles obtidos em sistema orgânico de produção agropecuária ou oriundos de processo extrativista sustentável e não prejudicial ao ecossistema local, podendo ser in natura (tais como frutas frescas) ou processado (transformado em outro subproduto, tipo doces, biscoitos, passas), em conformidade com a Lei Federal nº 10.831/2003 (Lei dos Orgânicos).”  – diz o texto do projeto de lei.

– Inclui-se também nesse rol de alimentos aqueles chamados de ecológicos, biodinâmicos, naturais, regenerativos, biológicos, agroecológicos, permaculturais. – explica Sgarbossa.

O vereador lembra que, em São Paulo, legislação semelhante foi sancionada pelo prefeito Fernando Haddad em 2015.

Fonte: http://wp.clicrbs.com.br/ladonatureba/2016/08/18/projeto-de-lei-que-inclui-organicos-na-merenda-escolar-de-porto-alegre-deve-ser-votado-hoje/?topo=52,1,1,,171,e171

Anúncios
Esse post foi publicado em Notícias. Bookmark o link permanente.