Certificação e infraestrutura são gargalos para a produção de orgânicos no Amazonas.

Castanha e farinha possuem potencial para entrar na lista de orgânicos produzidos no Estado

MANAUS – A produção de alimentos orgânicos, que são livres de agrotóxicos, esbarra em falta de certificação e problemas ligados à infraestrutura de estradas. É o que afirmam membros da Comissão de Produção Orgânica, ligada ao Ministério da Agricultura (Mapa). Eles entregaram, nesta sexta-feira (2), ao presidente da Comissão de Agricultura, Pecuária, Pesca, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), Dermilson Chagas (PEN), um documento evidenciando os principais problemas e apontando propostas para a discussão do novo projeto de lei para o setor.

De acordo com Chagas, ficou acertado que a Comissão fará uma audiência pública no dia 17 de outubro com pesquisadores, técnicos ambientais e produtores rurais. Também será feita uma consulta pública na internet. “A produção orgânica precisa de uma legislação para superar obstáculos e só vamos conseguir ouvindo todos os interessados nesse processo. A partir dessa minuta vamos reunir as propostas para formular o novo projeto de lei que realmente atenda aos anseios do setor”, disse.

O coordenador da Comissão de Produção Orgânica, Eric Marotta Brosler, disse que a maior dificuldade para alavancar a produção de orgânicos é ausência de certificação. “Produtos naturais como castanha e a farinha poderiam entrar nessa lista de orgânicos que agregaria valor, mas falta o certificado de produto orgânico. A gente perde muito com isso. Na minuta, pedimos também que sejam feitas política públicas que desenvolvam a agroecologia e a produção orgânica. Além da questão da certificação, também é preciso ampliar o apoio técnico aos produtores e garantir melhores condições para o escoamento da produção”, explica.

De acordo com dados do Mapa até setembro de 2015 a produção orgânica no Brasil tinha uma área de produção equivalente a 950 mil hectares, com 11.084 produtores identificados no Cadastro Nacional de Produtores Orgânicos.

Fonte: http://portalamazonia.com/noticias-detalhe/economia/certificacao-e-infraestrutura-sao-gargalos-para-a-producao-de-organicos-no-amazonas/?cHash=59797640bafff0bfa33e7264bd60ba1f

Anúncios
Esse post foi publicado em Notícias. Bookmark o link permanente.