A CPOrg/SC apoia as alternativas no rural: o caso da CSA e do turismo

Na esteira de aumentar a renda dos agricultores, inúmeras alternativas surgiram do trabalho, e a CPOrg SC acredita na importância de manter-se estreita relação entre o rural e urbano, que possam permitir esta melhoria.

Entretanto, é emblemática a forma de interação, na qual outros e mais serviços são trazidos para os agricultores, como forma de compensar a falta de recursos pela venda dos seus serviços tradicionais: o seu (dele) trabalho na produção de alimentos saudáveis.
Em algumas destas iniciativas, ainda não há uma transformação na maneira como as pessoas entendem o ‘agro’, o setor rural.
Sem perder o foco na base que sustenta a agricultura orgânica, biodinâmica, natural e as demais, é importante resgatar as origens.
O movimento CSA, do original em inglês para Community Supporting Agriculture, e no português Comunidade Apoiando a Agricultura, surgiu na agricultura biodinâmica há algumas décadas e traz a legitimidade da relação entre o rural e o urbano, ligando nela as pessoas. O artigo
A mercantilização em contramovimento: relações de reciprocidade e coesão social na agricultura sustentada pela comunidade em Minas Gerais traz uma mostra do que o CSA pode aportar com qualidade.
Turismo rural tem a capacidade de permitir a aproximação das pessoas, em uma condição de visitante. Há neste caso um conhecimento – do lugar, das pessoas e outros.
Mas não implica em re-conhecimento do outro, uma ação importante para a compreensão do trabalho na agricultura, e para a evolução da humanidade.
Quem sabe ainda teremos possibilidades, como explora o artigo do caso de Joinville. Nele, é mostrada uma visão de planejamento. Leia em
PLANEJAMENTO TERRITORIAL E O TURISMO NO ESPAÇO RURAL DE JOINVILLE-SC
Boas leituras e melhores interpretações.

Saiba mais:

http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/143641
PLANEJAMENTO TERRITORIAL E O TURISMO NO ESPAÇO RURAL DE JOINVILLE-SC

Anúncios
Esse post foi publicado em Notícias. Bookmark o link permanente.