Clube Orgânico chega como opção de alimentos sem agrotóxicos

 

Fotos: Antonio Rozeng

Uma nova opção para quem procura alimentos sem agrotóxicos, num novo modelo de consumo está disponível para Criciúma e região. Um grupo de quatro amigos está lançando o Clube Orgânico Nossa Horta. Nele, o associado paga uma mensalidade e recebe, em casa, semanalmente, uma cesta contendo de 10 até 12 itens de verduras, legumes e temperos.

A ideia surgiu em uma conversa entre os amigos em um restaurante sobre a salada que estavam consumindo. Segundo Felipe Galera, um dos sócios no empreendimento, ele não confiava se realmente o que estavam comendo tinha o devido tratamento com relação aos agrotóxicos. “Quem me garante que o que estamos consumindo é realmente orgânico?”, indagou.

Partindo deste principio os amigos Filipe Galera, Luiz Fernando Zappelini, Jean Zappelini e Felipe Fraga começaram a pesquisar sobre o assunto. A Epagri indicou o produtor Pedro Manoel Rabelo, de Içara, que já trabalha com orgânicos há sete anos. Os alimentos produzidos por seu Pedro são certificados pelo Ministério da Agricultura e pela ECOVIDA, garantindo a qualidade dos alimentos produzidos.

Os empreendedores relatam que a ideia é oferecer produtos orgânicos certificados, onde o consumidor se associa ao Clube, pagando uma mensalidade, e recebe de 10 a 12 itens entre legumes, verduras e temperos. “Pagando um valor justo, ainda ajuda a manter o agricultor no campo”, pondera Galera.

Como funciona?

Hoje Clube Orgânico Nossa Horta têm capacidade para atender apenas 50 associados. Interessados podem fazer inscrição pelo site clubenossahorta.com.br., e pagarão uma matricula de R$ 50 (revertida na compra de duas cestas, que servirão para entregar o alimento semanalmente), e uma mensalidade de R$ 220,00.

(Com informações de Antonio Rozeng)

Fonte: http://criciumanews.com.br/2016/04/23/clube-organico-chega-como-opcao-de-alimentos-sem-agrotoxicos/

Anúncios
Esse post foi publicado em Notícias. Bookmark o link permanente.